Storytelling - Porque usar?

Antes de começarmos a falar mais sobre o assunto, o que seria Storytelling? Ela é a habilidade de contar histórias usando recursos audiovisuais, além de palavras. A técnica ajuda a promover seu negócio e vender seus serviços de forma indireta com caráter persuasivo, ele é utilizado com frequência na TV e na publicidade. Vamos dividi-lo em duas partes.

Storytelling - Porque usar?

Antes de começarmos a falar mais sobre o assunto, o que seria Storytelling?

Ela é a habilidade de contar histórias usando recursos audiovisuais, além de palavras.

A técnica ajuda a promover seu negócio e vender seus serviços de forma indireta com caráter persuasivo, ele é utilizado com frequência na TV e na publicidade.

Vamos dividi-lo em duas partes.

 

STORY:  Tema a ser abordado, a história.

TELLING: Maneira que abordaremos e contaremos essa história e esse tema.

 

Agora uma pergunta, você é bom em contar histórias?

Imagine o PODER que você tem na mão ao contar uma boa história de como seu produto pode ser útil no dia a dia do seu cliente.

Aqui o objetivo é encantar e cativar seus clientes, criando uma história em torno do seu produto ou serviço, contando como foi útil para aquele personagem ter comprado o seu produto, qual problema ele estava passando e o que ele teve de benefício. Logo, precisamos criar um bom enredo. O storytelling é muito utilizado no marketing, ele estreita a relação entre a marca e seu cliente, é um ótimo compartilhador de ideias, conhecimentos e demais interesses.

 

Nós gostamos de ouvir histórias, desde crianças pedimos aos nossos pais para nos contarem uma, até hoje, quando estamos conversando com nossos amigos, colegas ou em reuniões, sempre escutamos atentamente a alguma, ou então quando sonhamos, entramos em cada história positiva e negativa, elas sempre têm um bom enredo.

 

Em um artigo que foi publicado pela revista Harvard Business Review em 2014, o economista e psicólogo Paulo J. Zak que é diretor e fundador do centro de estudos neuro econômicos da universidade de Claremont, nos Estados Unidos, explicou o por que nós, gostamos tanto de ouvir histórias.

Ele e sua equipe descobriram que nosso cérebro produz um hormônio chamado oxitocina, que sempre que nos aproximamos de outras pessoas, fazendo com que nos sentimos confiança e segurança ao seu lado. Na parte comportamental, isso estimula a empatia que é a capacidade de entender as emoções que as outras pessoas estão sentindo, ela é uma habilidade instintiva nossa.

Logo a empatia, como elemento natural, é a base do nosso interesse em ouvir histórias e isso ficou comprovado em seus estudos posteriores, pois quando o time de Zak coletaram amostras de sangue de um grupo de indivíduos e logo em seguida elas assistiam a vídeos que contavam histórias.

Ao final dos vídeos, novamente coletaram o sangue, o resultado disso?

As pessoas tiveram mais presença de oxitocina no sangue, logo dependendo do hormônio liberado, ficaram mais disposta a praticar uma ação como doar dinheiro, ajudar alguém e etc...

 

Filmes, séries e novelas tem explorado esse aspecto humano com muita inteligência, se você começar a observar as campeãs de bilheteria, elas causam níveis extremos de tensão.

Um dos sucessos mais explosivos da Netflix a série House of Cards, trabalhou muito com o Storytelling, o ator principal da trama Kevin Spacey deu uma aula sobre o assunto, quando disse em entrevista após o final da primeira temporada:

“O primeiro importante elemento do bom storytelling é o conflito, que cria tensão. E é a tensão que mantém as pessoas engajadas com a história. O segundo elemento é a autenticidade. Se você se mantiver verdadeiro à sua marca e à sua voz, o público vai responder com entusiasmo e paixão. Isso nos leva ao terceiro e possivelmente mais importante elemento de qualquer história: o público. O formato e o dispositivo são irrelevantes para a história. O público vem declarando que quer ouvir histórias. As pessoas estão loucas por elas. E só o que você precisa fazer é dar a história a elas.”

 

ORIGEM DO STORYTELLING

Em 1949 foi lançado um livro chamado “O Herói de Mil Faces” de Joseph Campbell, e se você quiser entender um pouco mais sobre o que é storytelling, nós da DMarketing Propaganda, indicamos a leitura dele, seu conceito foi baseado na psicologia e na psicanálise, tanto que ele cita vários estudos de especialistas nesta área como o Sigmund Freud.

 

NA ATUALIDADE

Este conceito está sendo adotado pelas empresas como uma grande estratégia de marketing nas campanhas de publicidade de um produto, imagine como seria contar para seu cliente, a história de como seu produto pode ser útil no dia a dia dela através de uma história?

Ela vai adorar ouvir.

Pode ser por vídeo, texto, Stories no Instagram, é importante você escutar seus clientes com atenção e colocar em prática algumas etapas fundamentais como ouvir, aprender, descobrir, criar e encantar. Para alcançar o sucesso, não basta criar uma boa narrativa, é necessário saber transmiti-la corretamente ao público, ganhando a atenção, confiança, coração e a mente dos indivíduos.

Quer aprender como fazer uma para a sua empresa?

Nós podemos lhe ajudar, clique aqui agora e saiba mais!


Clique Aqui!

Qual é a sua reação?

like
0
dislike
0
love
0
funny
0
angry
0
sad
0
wow
0